Registo gratuito!

Página 13 de 16 PrimeiroPrimeiro ... 31112131415 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 121 a 130 de 153
Like Tree248Gostos

Tópico: Zoofilia

  1. #121

    Registo
    Jun 2016
    Sexo
    Local
    Centro
    Mensagens
    29
    Reputação
    0
    Sexo com animais é algo que nem me passa pela cabeça. Meter 1 cão a lamber ainda pode passar, agora meterem o cão a penetrar a mulher já é algo muito fora no meu ver.

    Metam mas é nós homens a tratar do assunto que é o melhor q fazem !
    sacp e Hades gostam disto.

  2. #122

    Registo
    Jun 2017
    Sexo
    Mensagens
    42
    Reputação
    0
    Citar Mensagem Original de Caraculita20 Ver Mensagem
    Em tempos tive uma cadela que me adorava lamber a paxaxa e eu aproveitava para tirar o prazer, e posso dizer que foi essa cadela que me deu o meu primeiro orgasmo....

    Agora imagina que em vez de uma cadela, tu tinhas um cão. Não ias conseguir parar e, acabavas como eu, de quatro.

    Citar Mensagem Original de AeriON Ver Mensagem
    Sexo com animais é algo que nem me passa pela cabeça. Meter 1 cão a lamber ainda pode passar, agora meterem o cão a penetrar a mulher já é algo muito fora no meu ver.

    Metam mas é nós homens a tratar do assunto que é o melhor q fazem !
    Se tivesses uma rata em vez de um biscoito, não falavas assim. Para mim, não há comparação. Prefiro mil vezes o cão.
    Última edição de Hades : 09-11-2017 às 15:35 Razão: Para responder a várias quotes, usa o multi-quote

  3. #123
    Avatar de Hades
    Registo
    Mar 2010
    Sexo
    Mensagens
    17.467
    Reputação
    229
    Laika... cada um com o seu "gosto" e há que saber respeitá-los

  4. #124

    Registo
    Oct 2017
    Sexo
    Mensagens
    29
    Reputação
    0
    É uma prática nojenta a meu ver. Preferia antes recorrer a acompanhantes do que a animais. De qualquer das formas, desde que não seja incutida qualquer tipo de dor ao animal, não me parece nada de muito condenável. Apenas um pouco asqueroso.

  5. #125

    Registo
    Dec 2017
    Sexo
    Local
    Porto
    Mensagens
    7
    Reputação
    0
    Acho uma piada todos aqueles que descriminam o sexo com animais, alegando que é uma violação aos seus direitos elementares, mas que depois acham muito natural um animal ser torturado dentro de uma arena com bandarilhas espetadas no dorso ou ainda ser cortado às postas ou em bifes para enfeitar o nosso prato. Quer se dizer, se for para torturar ou maltratar, tudo bem, se for para comer, melhor ainda, agora, se for para fazer sexo com eles...alto ai e pára o baile que isso é medonho! Mas o que é que as pessoas tem contra o sexo afinal?
    Sou homem e a minha mulher pratica desde há muitos anos sexo com o nosso cão de família (Basset Hound) embora ela não desconfie que há muito tempo que sei disso. Concebi mecanismos para vê-la muitas vezes em acção sem ela saber e fico sempre cheio de tesão de cada vez que ela se põe de quatro para ser comida por ele. Se me sinto traído? Muito longe disso apesar de ter verificado que o sexo dele é muito mais avantajado do que o meu. Prefiro mil vezes que ela faça com ele do que sinta vontade de procurar outros homens. Para além disso a situação em si é tão excitante que isso acaba por beneficiar a nossa vida sexual. Muitas vezes sou eu que crio o clima ou as condições adequadas para que ela sinta vontade de fornicar com o nosso cão. Gosto muito de fazer este jogo no qual ela esforça-se para manter o seu "segredo" escondido de mim e onde eu esforço-me para espiá-la em plena acção e manter o meu "segredo" escondido dela. Poderia contar como tudo começou mas não sei se isso realmente interessa aqui e se há pessoas interessadas em ouvir isso. Apenas digo que agora que chegamos à bonita idade dos 40 o meu próximo objectivo é conseguir pô-la a fornicar com outros cães diferentes para além do nosso (da minha vizinha por exemplo) para fazer renascer dentro dela aquela adrenalina de quem está a fazer algo proibido e perigoso (de poder ser apanhada por alguém). Logo que seja higiénico e seguro, se ela gozar muito....mais tarde quem tira vantagem disso sou eu.

  6. #126
    Avatar de Hades
    Registo
    Mar 2010
    Sexo
    Mensagens
    17.467
    Reputação
    229
    Sou contra a violência em qualquer bicho, e repudio completamente quem compra os bichos em pequenos, porque são fofinhos, e quando são velhotes os abandonem.

    Matar para a sobrevivência, concordo. Matar só porque é fixe, condeno.

    Um cão / cadela, não diz que quer... Daqui a nada fode-se com macacos e elefantes não?

    Mais uma vez: respeita-se para se ser respeitado. Certo?
    Última edição de Hades : 03-01-2018 às 15:43


  7. #127

    Registo
    Oct 2013
    Sexo
    Local
    Açores
    Mensagens
    63
    Reputação
    6
    Citar Mensagem Original de Dogworld Ver Mensagem
    Acho uma piada todos aqueles que descriminam o sexo com animais, alegando que é uma violação aos seus direitos elementares, mas que depois acham muito natural um animal ser torturado dentro de uma arena com bandarilhas espetadas no dorso ou ainda ser cortado às postas ou em bifes para enfeitar o nosso prato. Quer se dizer, se for para torturar ou maltratar, tudo bem, se for para comer, melhor ainda, agora, se for para fazer sexo com eles...alto ai e pára o baile que isso é medonho! Mas o que é que as pessoas tem contra o sexo afinal?
    Sou homem e a minha mulher pratica desde há muitos anos sexo com o nosso cão de família (Basset Hound) embora ela não desconfie que há muito tempo que sei disso. Concebi mecanismos para vê-la muitas vezes em acção sem ela saber e fico sempre cheio de tesão de cada vez que ela se põe de quatro para ser comida por ele. Se me sinto traído? Muito longe disso apesar de ter verificado que o sexo dele é muito mais avantajado do que o meu. Prefiro mil vezes que ela faça com ele do que sinta vontade de procurar outros homens. Para além disso a situação em si é tão excitante que isso acaba por beneficiar a nossa vida sexual. Muitas vezes sou eu que crio o clima ou as condições adequadas para que ela sinta vontade de fornicar com o nosso cão. Gosto muito de fazer este jogo no qual ela esforça-se para manter o seu "segredo" escondido de mim e onde eu esforço-me para espiá-la em plena acção e manter o meu "segredo" escondido dela. Poderia contar como tudo começou mas não sei se isso realmente interessa aqui e se há pessoas interessadas em ouvir isso. Apenas digo que agora que chegamos à bonita idade dos 40 o meu próximo objectivo é conseguir pô-la a fornicar com outros cães diferentes para além do nosso (da minha vizinha por exemplo) para fazer renascer dentro dela aquela adrenalina de quem está a fazer algo proibido e perigoso (de poder ser apanhada por alguém). Logo que seja higiénico e seguro, se ela gozar muito....mais tarde quem tira vantagem disso sou eu.
    Já agora, podes contar
    H.Raqui e jovemgaranhao gostam disto.

  8. #128

    Registo
    Nov 2016
    Sexo
    Mensagens
    510
    Reputação
    5
    Citar Mensagem Original de sensual couple Ver Mensagem
    Já agora, podes contar

    Por acaso também gostava que contasse.

  9. #129
    Avatar de jovemgaranhao
    Registo
    Dec 2016
    Sexo
    Mensagens
    8
    Reputação
    0
    Fico feliz por afinal ver ke este tema nao e assim tao tabu e muitos membros se interessam, desde ke respeitem os animais e seja de comum interesse, força amigos nada de desperdiçar o prazer ke cada um pode ter, tenho um pastor alemao e e ele quem me procura opara lhe bater umas canholas, nao vejo mal.
    ShiftyShadow e men4fun83 gostam disto.

  10. #130

    Registo
    Dec 2017
    Sexo
    Local
    Porto
    Mensagens
    7
    Reputação
    0
    Citar Mensagem Original de H.Raqui Ver Mensagem
    Por acaso também gostava que contasse.
    Bem...foram vocês que pediram, e esta história pelo menos é verdadeira, não é nada daquelas porcarias que costuma-se ler na net. Poucos meses após casar, quando eu e a minha mulher tínhamos ambos 25 anos, tínhamos uma vida sexual muito intensa e aquilo que não faltava na nossa eram jogos sexuais na cama. Tínhamos um clima muito bom. Certo dia ela confessou-me que nas minhas ausências por vezes sentia-se tão excitada que tinha de recorrer a masturbação, fazendo aquilo que ela muitas vezes fazia à minha frente que era cruzar as pernas e apertá-las uma contra a outra com muita força para friccionar o clitóris até atingir o orgasmo. Dizia que daquela forma o orgasmo era muito mais prazeroso e intenso. Como sempre fui um sujeito safado e curioso, engendrei um plano e num certo Sábado (minha folga) lembrei-me de dizer-lhe ia ver o futebol com alguns amigos e que ia demorar umas boas 2 horas a voltar. Fingi sair de casa e fui esconder-me dentro do guarda-roupa fazendo figas para que a minha mulher estivesse excitada e ganhasse vontade de masturbar-se na nossa cama. O meu objectivo era apenas assistir a tudo para depois surpreendê-la durante o acto, juntar-me a ela e acabar a tarde a fazer amor com ela. E deve ter sido o meu dia de sorte porque as coisas começaram a acontecer exactamente do jeito que queria...embora terminassem de modo totalmente diferente. Do sitio onde estava, abri uma pequena brincha na porta e conseguia ver tudo o que se passava no quarto. Ela deitou-se na cama, despiu-se rapidamente que nem uma louca e começou a esfregar e enfiar os dedos todos na sua vulva. Sentia-se tão tola e quente que estava sempre a mudar de posição na cama. Como se tivesse o corpo a arder de tesão. Estava escondido e aproveitei para tocar no meu pénis também eu enquanto assistia a toda aquela cena. Durante uns bons minutos via-a a tocar-se e a apertar os seus peitos que, que querer meter raiva ao pessoal que está a ler isto, também eram muito avantajados e durinhos. Era uma delicia de mulher. Foi então quando aconteceu o inesperado. Estava à espera que ela cruzasse as pernas para depois sair do armário e aproveitar o momento, mas, contra todas as previsões, ela levantou-se e dirigiu-se depressa á porta do quarto. Na hora pensei que era para acalmar o nosso cão Basset Hound que já estava há uns bons minutos a latir e a roçar a porta com as suas patas. Cheguei mesmo a pensar que ele ia matar o momento e estragar a cena toda. Só que, aquilo que vi deixou-me literalmente de boca aberta. A minha mulher abriu a porta e chamou pelo nosso cão, deixando-o entrar no quarto. Inicialmente via-o a tentar derrubá-la e saltar por cima dela e pensei que a minha mulher ia repreendê-lo mas, em vez disso, colocou-se imediatamente a 4 patas ao pé da cama e deixou o animal saltar para cima dela. Bem...confesso que naquela hora fiquei completamente paralisado. Estava estupefacto, não sabia se tinha que ficar quieto ou se tinha de fazer alguma coisa. Fiquei quieto e foi a melhor coisinha que fiz. O cão saltou para cima dela e, com a ajuda da mão dela que guiava o seu sexo na direcção da sua vulva, em poucos segundos começou a penetrá-la como se estivesse a penetrar uma cadela. Como a minha mulher julgava estar sozinha em casa, não se poupava a gritos de prazer e fiquei a saber que ela gostava de chamar-se de puta a si própria. Fode-me que sou uma puta , dizia ela. Do meu lado, após passar aquele nó inicial na barriga que acontece a toda a gente sempre que ela presencia algo perigoso ou incomum, comecei a achar tudo aquilo...excitante. Assim, em vez de interromper fiquei quieto e deixei ela fazer tudo aquilo que desejava fazer com ele. Foi um dia de total descoberta e tinha que processar toda a informação que chegava aos meus olhos. Foi nesse dia que também fiquei a saber que os cães também engatavam nos seres humanos, já que a minha mulher ficou uns bons 10 minutos à espera que ela saísse enquanto estimulava o clitóris com uma mão. Depois, por fim, saiu e fiquei burro com o tamanho da coisa do bicho. Como é que um cão tão pequeno podia ter um sexo tão grande? (e aquilo tudo estava dentro dela???). O ver o tamanho daquele bacamarte, nos primeiros dias parecia sentir uma espécie de sensação de insegurança mas depois com o passar dos dias acabou por passar. Queria ver mais daquilo. Bem, na generalidade foi isso que aconteceu e peço desculpa por não saber descrever melhor os acontecimentos. Tentei fazer o melhor que sabia mas eu não sou contador de histórias nem escritor. A partir daquele dia foi uma autêntica descoberta e a minha vida sexual com a minha mulher atingiu uma dimensão fora de comum. Quando só pensamos no prazer que podemos obter uns dos outros e deixamos alguns preconceitos/tabus de fora, toda a gente fica a ganhar. Espero que tenham gostado do meu relato.

Tags para este tópico

Bookmarks

Regras

  • Você não Colocar novas mensagens
  • Não pode colocar respostas
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar suas msgs
  •